Após ser esfaqueada nas costas jovem se recusa a ser atendida por médico negro - BrasilNews

As principais notícias você encontra somente aqui!

Anuncio No Post

Após ser esfaqueada nas costas jovem se recusa a ser atendida por médico negro

Compartilhar
Noticias Policiais: Uma jovem de 18 anos foi condenada, nesta semana, por injúria racial após ser ter sido esfaqueada nas costas, levada à emergência de um hospital, mas se recusar a ser atendida por um médico negro. O caso ocorreu na cidade de Denbighshire, no País de Gales.
Segundo informações do "Daily Post", Zena se declarou culpada, o que atenuou a sentença. A juíza Gwyn Jones condenou a jovem a 12 meses de supervisão judicial, 200 horas de trabalhos comunitários e ao pagamento de multa equivalente a R$ 3.500.
A jovem foi encontrada, no último dia 6 de maio, adormecida em um apartamento que foi alvo de batida policial. Ao perceberem o ferimento nas costas, policiais decidiram levá-la a um hospital. Zena resistiu e cuspiu nos agentes da lei. Foi algemada. A polícia encontrou uma pequena quantidade de cocaína com a jovem.
Após a confusão com os policiais, Zena gritou com o médico negro que tentava atendê-la no hospital.
"Você não pode limpar isso. Você é sujo!"
Ainda não se descobriu como a jovem foi esfaqueada.
O advogado de defesa negou que a cliente seja racista. Segundo ele, Zena apenas fez uma má escolha de palavras.
(Com informações do portal Extra)

Nenhum comentário:

Anuncio No Post